COBRANÇA AFETIVA: estou protegendo minha relação ou destruindo?
Por que fazemos isso incansavelmente? O que me falta?
Estou tão aflito o que eu devo fazer?

 

 

COBRANÇA AFETIVA é um dos principais fatores de auto destruição do nosso ser, e fomos criados e desde pequenos a aprender a nos vigiar a todo momento como se fossemos algum tipo de ladrão ou sabotadores, mas é claro que podemos facilmente nos sabotar e fazemos a todo momento isso, mas o que eu quero que você entenda nessa postagem é que não conseguimos ativar todas as nossas habilidades e capacidades interiores quando estamos sob cobrança, sob o TRIBUNAL MENTAL, acabamos por atropelar os bois e geramos uma imensa quantidade de tensão pelo corpo, ansiedade, aflição, preocupações.

Agora vamos imaginar todo o cenário dessa COBRANÇA AFETIVA, se você já fica assim só com você, com essa loucura dentro da sua mente se cobrando o que você deve ou não fazer com funções e mais um milhão de coisas que nem mesmo você dá conta, que você não se sustenta, como atenção, carinho, afeto, amor, companheirismo e suas várias outras milhões de carências, imagine receber alguém que te cobra mais de fora (cobrança vezes 2? NUNCA! Vou cair fora disso, é furada!).

Ao invés de cobranças, implicações e críticas excessivas ao seu cônjuge,
desenvolva ou estimule efetivamente o amor.

D.S. Floriano

Vem a pessoa e diz como você deve ser e ai como você é extremamente vulnerável começa a se enganar achando que tem que assumir outro papel quando na verdade você não quer isso, e ainda o caracteriza como uma OBRIGAÇÃO DO AMOR:

Você TEM QUE SER ASSIM, VOCÊ NÃO PODE FAZER ISSO, COMO VOCÊ TEM CORAGEM… e por ai vai né?”

Você se conhece na loucura e insanidade da insegurança, ciumes, possessão e apego né?

Tudo para proteger uma ilusão através do MEDO DE PERDA e ficar sozinho “ONDE VOU ENCONTRAR ALGUÉM ASSIM? QUE DROGA, ESTOU FAZENDO MERDA“, mecanismo de defesa do sofrimento afetivo, e aí é onde você começa a se açoitar sem parar e sofrer em nome do amor, começa a abrir mais mão de quem você de verdade afim de salvar sua relação e a pessoa não esteve com você, não se apaixonou por esse alguém que você tá tentando moldar.

Conclusão: isso não dá PRAZER nenhum para nenhum dos lados, somente desgasta toda a relação que você pode construir com mais saúde, mas não você acaba por falta de educação afetiva atropelar com as ILUSÕES E FANTASIAS.

Resultado? FIM DA RELAÇÃO porque não tem mais PRAZER. Até quando você vai agir assim? Não vai aprender não? Estudar-se e buscar o porque destas questões não? Larga mão de cobrar coisas e faça-as por si mesmo. Você não é coitado e nem vitima, você é responsável por você, não o outro, tá?

Relação é pra ser compartilhada e não minada.


DIFICULDADE AFETIVA: Resistência e Repetições Relacionais, o que é isso?
Saiba mais lendo o TEXTOCLICANDO AQUI


Gratidão eterna e volte sempre,

Visite o site e os outros textos, são maravilhosos que você poderá se deliciar de conteúdo.

Não esqueça de Compartilhar, Curtir e Comentar a postagem.

Ver você participando é extremamente importante para o processo de crescimento e desenvolvimento de si mesmo, se observe e dê a chance de participar, sem vergonha, timidez e vaidade. ENFRENTE!

ME SIGA NAS REDES SOCIAIS E ACOMPANHE MAIS SOBRE MEU TRABALHO MARAVILHOSO AO LONGO DO MUNDO.

André Ferreira


Pin It on Pinterest

Shares
Share This